20 de Abril de 2017 | 22h27

Mais de 1,5 mil servidores vão ficar sem salários em Campos

Eles não compareceram ao recadastramento do funcionalismo municipal, realizado no período de 1º de fevereiro ao dia 4 de abril


Whatsapp

A partir de maio, mais de 1500 servidores estatutários ativos de Campos ficarão sem receber salários. Eles não compareceram ao recadastramento do funcionalismo municipal, realizado no período de 1º de fevereiro ao dia 4 de abril, com prorrogação de mais uma semana.

Efetivamente, o recadastramento foi encerrado no dia 12 deste mês, tendo participado 12.426 dos cerca de 14 mil funcionários do quadro efetivo. Segundo a Superintendência de Comunicação da prefeitura, a maioria dos faltosos (de um total de 1.530) é da secretaria municipal de Saúde (SMS), que somou 987.

Na sequência, os servidores faltosos são da Fundação Municipal de Saúde (251), secretaria de Educação, Cultura e Esportes (199) e Guarda Civil Municipal (45).

O subsecretário de Gestão Pública, Marcus Vinícius Santos, explica que a listagem com os nomes dos servidores faltosos está sendo enviada às respectivas secretarias, fundações e autarquias, “para que o departamento de Recursos Humanos (RH) delas faça o levantamento da situação de cada um deles”. 

Santos ressalta que o recadastramento teve o objetivo de levantar a situação de cada servidor da ativa. “Ele foi realizado, desde o início de fevereiro, nos postos montados no Centro Administrativo José Alves de Azevedo, na Fundação Municipal de Esportes, no Hospital Ferreira Machado e no Hospital Geral de Guarus”.

O subsecretário lembra que foram dadas todas as oportunidades, inclusive com a prorrogação de praticamente mais duas semanas de recadastramento. “Vamos então dar sequência a todo o processo para que seja sempre respeitado o amplo direito do servidor”.
 


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR


* Publicação sujeita a moderação;
** Evite a utilização de termos grosseiros e xingamentos através de palavras de baixo calão;
*** Comentários com conteúdo ofensivo e propagandas serão devidamente ignorados.


veja também